ATENÇÃO: Este post foi escrito do ponto de vista do paciente, por um paciente (um paciente que quer te ajudar).

“Não confio muito no que (ou em quem) não está na internet”

O comportamento das pessoas mudou muito com a era digital. Prestadores de serviço passam pelo mesmo crivo de pesquisa que um produto e, se você não existe no Google, você não existe.

Por isso, tenha uma presença digital. Mais que isso, tenha uma presença digital relevante e bem feita. As pessoas continuam indicando os profissionais que elas confiam a amigos e familiares, mas muito mais do que no boca a boca, isso é feito no WhatsApp. Com links. Então, se você ainda acha que é besteira investir na sua “imagem virtual”, pense a respeito, para o seu próprio benefício.

“Quero entender o que está acontecendo comigo”

Tenha isso em mente: cada dia mais, os pacientes querem entender o que eles têm. Com o avanço da tecnologia e a facilidade de encontrar informações, os pacientes estão acostumados a pesquisar e, muitas vezes, não conferem a fonte. Então, pense assim: é melhor que a fonte seja você.

Gaste tempo para garantir que o paciente entendeu tudo o que está acontecendo, as etapas do tratamento, os cuidados que devem ser tomados e tudo o mais que for relevante.

“Eu também sou ocupado”

Não há nada mais desrespeitoso do que achar que alguém vive por sua conta. Com certeza você já se indignou com o atraso de algum compromisso marcado ou por ter que esperar minutos a fio em uma ligação. Essas são situações que irritam até os mais calmos.

Outro fator a ser considerado dentro deste escopo é que não adianta muito ter um agendamento rápido e acessível se a confirmação não for efetiva. Pense comigo: se o paciente te procurou, é porque ele quer o atendimento, correto? Tudo o que você precisa fazer é lembrá-lo alguns dias antes. Dessa forma, ele não vai se esquecer do compromisso e terá a oportunidade de, caso tenha mudado de ideia, avisar com antecedência.

“Eu escolhi vir aqui, demonstre interesse”

Mais uma vez, por conta da quantidade de informação disponível e de fácil acesso, é normal que os pacientes deem uma pesquisada sobre você (e outros médicos) antes de te escolher. Portanto, se ele chegou até a sua sala, sinta-se lisonjeado. Mas, mais importante do que saber que a escolha foi feita, é demonstrar ao paciente que você sabe e valoriza isso.

Por isso, faça por onde. Tenha respeito com o horário marcado, olhe nos olhos, demonstre interesse no que vai além da consulta. Lembre-se de que você quer que ele volte a se consultar com você, é importante fidelizá-lo.

Além dessas dicas, estar presente em um centro de especialidades médicas onde o seu paciente poderá resolver desde a consulta, até o exame e possíveis procedimentos cirúrgicos no mesmo local, fará toda a diferença no sucesso do seu consultório. Conheça o Fisa Center Med e ofereça o melhor. (link para o site)

Fonte: www.consultorio20.com.br

(Visited 17 times, 1 visits today)