A maratona é um evento cheio de significados e que exige o máximo de seus participantes. Inspirada na lendária corrida do soldado grego Fidípides, que se deslocou até Atenas para avisar sobre o resultado da Batalha de Maratona, que os atenienses venceram em 490 a.C., a prova de 42.195 metros é um desafio para quem se propõe a percorrê-la. É crucial ter uma preparação física impecável para não comprometer a saúde com o esforço necessário para completar uma corrida tão longa.

No entanto, mesmo com a preparação adequada, nosso corpo passa por uma série de processos bastante extremos durante a corrida. Veja como ele reage em uma situação intensa como essa:

1 – Coração

Durante uma maratona, nosso coração tem muito mais trabalho do que o normal. O órgão que serve para bombear sangue para todos os cantos de nosso corpo trabalha acelerado, no limite, irrigando todos os músculos que usamos para manter o ritmo da corrida. A respiração rápida faz a troca de CO2 por oxigênio, deixando o sangue sempre pronto para oxigenar nosso organismo inteiro.

Em uma situação normal, o coração humano bobeia de 4 a 6 litros de sangue por minuto, quase a totalidade que possuímos em nossa fisiologia. Percorrendo uma maratona, essa quantidade aumenta de três a quatro vezes, girando em torno de 15 a 20 litros.

2 – Perda de peso

Em termos de massa corporal sólida, só durante uma maratona é possível diminuir de 1 a 1,5 quilos. Mas o que realmente perdemos em uma corrida assim é água. Visto que em média perdemos de 0,8 a 1,4 litros a cada hora de exercício pesado, durante o percurso de uma maratona chegamos a excretar até 6 litros de suor.

3 – Perda de altura

Isso mesmo! Quando corremos uma maratona chegamos a diminuir, em média, 1 centímetro de nossa altura. Mas calma, isso não é permanente: nosso tamanho volta ao normal depois de um dia, mais ou menos. Esse encolhimento acontece porque os discos entre nossas vértebras são comprimidos pelo exercício extremo. Dá para ver que realmente uma prova dessas exige bastante do nosso corpo.

4 – Mais atraentes

Corredores de maratona são mais atraentes? É o que afirma uma pesquisa da Universidade de Cambridge, que descobriu que maratonistas melhores podem ter sido expostos a uma quantidade maior de testosterona dentro do útero de suas mães. Essa exposição gera indivíduos com maior capacidade cardiovascular, mais sexualmente ativos e com uma contagem de esperma maior que o normal. Essas características seriam instintivamente mais atraentes para as mulheres e olha que não tem nada a ver com o corpo em forma dos atletas. Será?

5 – Memória de elefante

Cientistas descobriram em uma pesquisa do Salk Institute que correr faz bem para o cérebro, mais especificamente para a memória. Segundo eles, um dos “efeitos colaterais” do processo que nosso corpo usa para ter um desempenho melhor durante uma maratona é o desenvolvimento mais avançado das nossas capacidades mentais.

Levando isso em conta, corredores de maratona, além de ter uma preparação física invejável, podem ser mais inteligentes do que uma pessoa sedentária. Bota injustiça nisso!

 

Fonte: megacurioso.com.br

(Visited 42 times, 1 visits today)