A principal preocupação do dia a dia costuma ser a segurança, principalmente quando se trata da própria casa. Felizmente, existem ferramentas cada vez mais modernas para garantir que o imóvel e sua família estejam sempre protegidos. Com alguns mecanismos, os moradores podem sair e voltar para casa com mais tranquilidade e conforto.

Quer garantir a segurança da sua família e do seu patrimônio? Confira o que seu imóvel deve ter:

1 – Sistemas de vigilância

Câmeras de monitoramento, especialmente em portarias ou áreas de entrada, são fundamentais para a segurança. Existem diversos tipos de câmeras para ambientes internos e externos, com finalidades e mecanismos diferentes. As imagens podem ser acompanhadas em tempo real e também ficam gravadas por tempo determinado.

Empresas de segurança costumam ter soluções completas de monitoramento por câmeras, portanto, seu condomínio deve oferecer esse item básico de proteção dos moradores. Caso você more em uma casa, também pode contar com serviços personalizados.

2 – Alarmes

Os alarmes são importantes para detectar movimentação suspeita no horário em que ele for programado. O sistema pode ser sonoro ou silencioso, em que manda mensagens pré-programadas em caso de invasão. Eles são ainda mais efetivos quando integrados ao sistema de monitoramento.

Também há sistemas de iluminação por sensores que auxiliam o alarme e servem de alerta. Outra função de segurança dos alarmes se refere aos sistemas de detecção de incêndios. Os dispositivos identificam a presença de fumaça ou temperaturas muito altas e alertam os moradores sobre risco incidentes com fogo.

3 – Fechaduras robustas

Para reforçar a segurança da casa, você pode lançar mão de fechaduras mais resistentes e que impossibilitam invasões. Alguns modelos mais modernos incluem abertura com cartões magnéticos, cartão com chip, acesso biométrico, senhas, dentre outras.

Outras têm diversos pontos de chaves, tornando quase impossível sua violação. Quanto maior o nível de segurança, mais caro o produto, mas podemos considerar segurança como um excelente custo-benefício. Uma solução mais simples pode ajudar a reforçar a segurança pela porta: utilize trincos internos de boa qualidade.

4 – Cercas elétricas

Seja em casa ou apartamento, as cercas elétricas não podem faltar para reforçar a proteção dos moradores. Elas cumprem o papel de inibir tentativas de invasão e aumentam a sensação de segurança. Vale ressaltar que as cercas não têm efeito letal, mas gera um choque e incômodo suficientes para afastar possíveis invasores.

Geralmente a cerca também possui um sistema de alarme, o que intensifica o combate às invasões e torna casas e condomínios muito mais seguros.

5 – Procedimentos de segurança

Nossa última dica não se trata exatamente de um item físico, mas de ações que são muito importantes para segurança. É fundamental que todos os moradores respeitem as regras de entrada e saída de visitantes, recebimento de pedidos como tele-entregas e etc. Caso o imóvel não seja em condomínio, vale combinar com a família seus próprios procedimentos.

Outra questão importante é ter cuidado com os prestadores de serviços contratados. Faça uma boa pesquisa sobre a empresa antes de contratar e combine com precisão o horário de atendimento. Vale, ainda, estar atento à identificação do prestador de serviços e preferir indicações de vizinhos ou amigos.

Ajude seus amigos a compreenderem a importância desses itens de segurança: compartilhe nosso artigo em suas redes sociais!

(Visited 57 times, 1 visits today)