A compra de um imóvel na planta tem muitas vantagens: personalização do projeto, investimento mais atrativo, instalações modernas, dentre outros. Mas a transação requer alguns cuidados para você não se frustrar. Elaboramos esse guia com 5 dicas para que a compra não se torne um pesadelo.

1 – Avalie bem a localização

Um dos primeiros passos para comprar um imóvel é, a visita ao local. É importante prestar atenção na maquete e no decorado, mas também é fundamental estudar a região. Especialmente quando o empreendimento fica em uma área que você não conhece muito bem. Lembrando que a localização tem um peso muito forte na valorização do imóvel.

Para evitar surpresas quando você receber as chaves, analise se a região vai atender às suas necessidades. Você pode considerar as vias de acesso, facilidade de locomoção por transporte público, proximidade de comércio, serviços, etc. Quem tem filhos, por exemplo, pode preferir ter escolas e estabelecimentos comerciais. Já quem não abre mão da qualidade de vida pode fazer questão de ter parques e praças por perto.

2 – Programe-se financeiramente

Os preços mais acessíveis são um ponto forte ao comprar um imóvel na planta. Mas é preciso ter cuidado para não contrair uma dívida fora de controle. Lembre-se de verificar com o banco se você tem crédito pré-aprovado para o financiamento. Leve em conta a existência do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) e do IGP-M (Índice Geral de Preço-Mercado).

3 – Verifique a idoneidade da construtora

Não poderíamos deixar de citar neste guia a importância de conhecer o histórico da construtora ou outro intermediário envolvido na compra de imóvel na planta. Pesquise a reputação da empresa na internet, redes sociais e até conversando com outros clientes. Veja se a empresa respeita os prazos e se oferece um bom atendimento aos consumidores.

4 – Guarde panfletos e material de propaganda

Sabe aqueles panfletos que você recebe como divulgação ou ao visitar o estande do empreendimento? Eles devem ser guardados para confrontar com o que realmente foi entregue. É recomendável ter em mãos esse material promocional caso você tenha dúvidas sobre o que realmente foi prometido no projeto.

5 – Planeje a personalização e a decoração do imóvel

Como dissemos, um imóvel na planta pode permitir que você tenha um projeto personalizado, especialmente no acabamento e na decoração. Mas isso gera gastos com a compra de materiais e contratação de mão de obra. Pisos, pintura de paredes, projetos de design de interiores, móveis etc, tudo isso deve ser levado em conta no seu planejamento.

Pode ser que você também precise adquirir eletrodomésticos e outros itens básicos para seu novo imóvel. Portanto, se organize para poupar todos os recursos necessários a fim de deixar sua nova casa confortável e aconchegante quanto receber as chaves. Lembre-se que essas despesas vão ocorrer em paralelo ao pagamento das parcelas do seu financiamento, se for o caso.

Se você tomar cuidado com os pontos destacados neste guia já pode ter uma negociação mais tranquila. E aqui vai mais uma dica: tire todas as suas dúvidas com quem estiver negociando. Não deixe de perguntar tudo o que precisa saber para fechar um bom negócio, que deixe você e sua família satisfeitos.

Gostou desta análise e está pensando em comprar um imóvel?Conheça nossas opções!

 

(Visited 105 times, 1 visits today)