O mundo imobiliário possui diversas expressões que podem causar dúvidas quanto ao seu significado. Um exemplo disso são as palavras: construtora e incorporadora. Mas qual a diferença entre elas? Normalmente, num projeto a construção e incorporação são feitas por empresas distintas, mas nada impede que essas duas tarefas sejam feitas pela mesma empresa.

 

De maneira mais didática, podemos definir como sendo incorporadora a empresa responsável por administrar todo o processo de compra, construção e venda de imóveis. Ela é responsável por fazer a venda dos imóveis, sejam eles apartamentos, salas comerciais, ou qualquer outro empreendimento imobiliário. Além disso, é papel da incorporadora contratar e supervisionar a execução da obra, que é feita pela construtora.

A construtora, por sua vez, tem o único papel de fazer a construção do imóvel, executando a obra de acordo com as especificações técnicas, o memorial descritivo e o prazo contratual, dentro das normas vigentes, disponibilizando a mão-de-obra, maquinário e engenheiros. Normalmente, ela é contratada como uma prestadora de serviço.

Como vimos, os termos incorporadora e construtora são frequentemente utilizados como sinônimos, mas a verdade é que elas são dois tipos de negócios diferentes, mas que agem em parceria para que seja possível a construção de novos empreendimentos que serão vendidos aos clientes. Isso significa que as empresas devem atuar juntas, mas não de maneira competitiva.

Quer ficar por dentro das notícias do mercado imobiliário? Então curta nossa página e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!

(Visited 134 times, 1 visits today)