Misticismo, diversidade, autenticidade, evolução e proximidade são os valores que identificam esse lindo e pouco conhecido país da América Central pelos brasileiros. A soma destes é sempre presente em cada esquina e em cada atividade desta nação e dos habitantes da Guatemala.

Foto por IStock/Daniel Loncarevic

Foto por IStock/Daniel Loncarevic

A Guatemala está localizada bem no centro do continente americano, fazendo limites com o extremo sul do México a oeste, com Belize ao nordeste, e ao sul com Honduras e El Salvador. A privilegiada localização faz com que seja um importante centro de negócios e turismo. São aproximadamente 109 mil km2, divididos em 22 estados, chamados por lá de departamentos, com uma população atual de 15 milhões de habitantes (dados de 2012). O clima quente está presente ao longo da costa e dos vales, que se torna temperado nas terras altas. Uma mistura étnica de predominância Maia.

A língua oficial é o espanhol, embora mais 23 línguas sejam faladas no país, 21 delas de origem Maia. O Garifuna, de origem africana e indígena, e o Xinca, de origem indígena, ainda controversa e não ligada aos maias, também são etnias importantes nesse fantástico país da América Central. É uma terra de contrastes, emoções e aventura. A sua riqueza natural e cultural é reforçada pelo calor de seu povo.

Suas atrações turísticas exclusivamente encantadoras podem ser encontradas em cada esquina. A Cidade da Guatemala (capital federal) e La Antígua são os destinos ideais para qualquer tipo de evento. Essas cidades oferecem ótimas estrutura de serviços contando com bons hotéis, inclusive de grandes redes hoteleiras internacionais, ótimos restaurantes e diversificadas atrações. Além disso, há cinco campos de golfe onde torneios nacionais e internacionais, tais como o Tour das Américas são realizados.

O golfe é um esporte de paixão nacional e os seus belos campos são procurados pelos admiradores de todo o mundo. Os campos de golfe da Cidade da Guatemala são cercados por vulcões ou possuem uma vista maravilhosa da cidade, e representam o lugar perfeito onde o jogador pode experimentar a essência do país. A Cidade da Guatemala tem um rico e bem preservado centro histórico. Este engloba a Plaza da Constituição, onde os visitantes podem ver o Palácio da Cultura, a Catedral Metropolitana, o Museu da Arquidiocese Católica. A poucos quarteirões de distância encontramos a Igreja de La Merced.

Foto por IStock/ loca4motion

Foto por IStock/ loca4motion

Ao sul estão La Zoo Aurora, os museus de Arqueologia e Etnologia, de Arte Moderna, de Ciência Natural, o Museu da Criança, a Ixchel Têxtil Museum, o Popol Vuh Museum, uma coleção arqueológica privada, e a sudoeste «Cuatro Grados Norte», com suas passarelas de pedestres, oferece entretenimento e atividades comerciais e culturais. La Antigua Guatemala era a capital colonial da América Central Espanhola e é considerada Patrimônio Cultural pela UNESCO, chamada simplesmente de Antígua, ou La Antígua. Fica a 45 km da capital.

 

Antígua é a cidade ideal para a celebração de eventos. Uma cidade onde a cultura deste destino é encantadora e romântica; alamedas repletas de buganvílias, monumentos históricos restaurados, ruas estreitas e de paralelepípedos, onde o tempo parece que parou. Antígua é uma configuração urbana harmoniosamente integrada, conhecido por sua excelente arquitetura colonial espanhola, intercaladas com galerias de arte, lojas de antiguidades, mercados de artesanato, museus, cafés, e acolhedores restaurantes que oferecem o melhor da culinária nativa e internacional.

Como chegar

Existem dois aeroportos para o transporte aéreo de entrada: Aurora Internacional Airport, na Cidade da Guatemala, e Mundo Maia Internacional Airport, em Flores Petén. Os visitantes que chegam por mar também têm duas alternativas: Puerto Quetzal, na costa do Pacífico e Santo Tomás de Castilla, no Atlântico.

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

(Visited 34 times, 1 visits today)